Kendrick Lamar confirma envolvimento com trilha sonora do filme “Pantera Negra”

Na última quinta-feira (21), Kendrick Lamar liberou mais um vídeo do seu aclamado projeto DAMN., “LOVE“, música com uma pegada mais romântica e questionadora que é certamente um dos grandes destaques do álbum. Com seus últimos vídeos repletos de simbolismos e referências, era de se esperar que o novo visual teria algo do tipo.

No vídeo dirigido por Dave Meyers e the little homies (Kendrick e Dave Free), uma mensagem aparece aos 1:54 minutos. Um claquete alerta: “B. Panther. Soundtrack. Coming Soon”, que nada mais significa o envolvimento do rapper com a trilha sonora do próximo filme da Marvel, Pantera Negra, que sai nos cinemas no dia 16 de Fevereiro do ano que vem.

O filme dirigido por Ryan Coogler (Creed, 2015) será a primeira vez que o herói de Wakanda aparecerá nos cinemas em um filme solo. Coogler, na San Diego Comic Con, divulgou uma montagem do filme com cenas de luta ao som de “DNA“, também parte do disco DAMN.

Chadwick Boseman, que faz o papel título do filme, aprovou o uso dessa música na montagem, dizendo que Kendrick Lamar é o “som perfeito para o filme”:

“Ele [Pantera Negra] vem de uma linha longa de reis. Você está falando sobre um mundo que existiria mesmo se os egípcios nunca tivessem sido conquistados, se a Suméria nunca tivesse sido conquistada e ganhasse a permissão para progredir – é o que é Wakanda.”

O primeiro trailer do filme, lançado no meio do ano, teve como fundo a música “Legend Has It” da dupla Run The Jewels.

Pantera Negra é um dos três filmes que a Marvel tem planejado para 2018. Os dois outros são Avengers: Infinity War e Ant-Man and the Wasp, previstos para estrear também no primeiro semestre do ano. No elenco, além de Chadwick Boseman, você encontra Michael B. Jordan, Lupita Nyong’o e Daniel Kaluuya, estrela do filme Get Outuma das sensações do ano.

Facebook Comments

Jhonatan Rodrigues

Fundador do Raplogia em 2011, Joe é fã incondicional de Nas, futebol, cinema e séries de TV. Se apaixonou pelo hip-hop graças aos filmes sobre a cultura e escreve há 7 anos sobre o assunto na internet. Já passou pelo Rapevolusom e foi um dos moderadores do Genius Brasil.