O Rap pelo Mundo: Gana

Salve! Esta é a quinta edição da coluna O Rap Pelo Mundo e o terceiro país africano a ser desvendado aqui é Gana, que venceu a nossa votação do Twitter. Fiquem ligados, porque semana que vem vamos selecionar 4 novos países para vocês decidirem qual será o escolhido na sexta edição!

O esquema é o de sempre: selecionei 5 rappers de destaque em Gana e ao final do texto, para quem quiser se aprofundar no assunto, estão mais 5 sugestões de artistas locais. Vamo que vamo!


Sarkodie

Michael Owusu Addo, também conhecido como Sarkodie, é um rapper de 29 anos nascido na cidade de Tema, considerado um dos maiores artistas do gênero em Gana. Mesmo tendo começado a carreira em 2007, já é um músico premiadíssimo, e inclusive venceu o BET Awards em 2012 na categoria Melhor Performance Internacional – Africa. Seu primeiro álbum de estúdio, Maky3, foi lançado em 2009.

 

O último trabalho musical de Sarkodie foi o álbum Mary, em 2015. O artista planeja lançar em setembro deste ano o quinto disco de estúdio em sua carreira, Highest, com diversas participações internacionais.

Ouça a seguir a faixa Trumpet, na qual o rapper convida alguns talentos promissores do hip-hop de Gana numa bela disputa lírica de MCs.

 

M.anifest

Um dos mais experientes e consagrados da lista, M.anifest já possui respeito na cena e assim como Sarkodie é um dos artistas mais populares e reconhecidos pelo público. No currículo do rapper constam colaborações com nomes como Tony Allen e Erykah Badu. Seu trampo mais recente é o single Be My Woman, lançado em forma de videoclipe na semana retrasada.

M.anifest também é neto de Joseph Hanson Kwabena, um famoso etnomusicólogo e compositor ganês. Aos 34 anos, possui mais de 10 prêmios na carreira e 5 álbuns de estúdio, sendo o último intitulado de Nowhere Cool. Ouça abaixo um dos principais hits do God MC, alcunha da qual o rapper não esconde se orgulhar.

Worlasi

 

worlasi gana

Talvez o mais novo da lista, Worlasi é um dos mais promissores rappers em Gana. Em 2015, após fazer sucesso com o single Nukata, ele lançou sua mixtape de estreia, Nusɛ, com 13 faixas de sonoridades bastante variadas. Destaque para as tracks FreedomBlack Man, cujo tema é o resgate da confiança da população negra, que de acordo com Worlasi não acredita em si mesma.

Em julho do ano passado, o MC lançou o segundo trabalho na carreira musical. O álbum The Uncut, também com 13 canções e uma faixa para introdução, reafirma a força do artista no cenário. O disco fala de temas como emoções, sonhos e paixões, além de uma boa dose de empoderamento do povo preto. As participações são de Krack GyamfiEmperawLaelaureKdxp, e BiQo.

 

Eno

A rapper da cidade de Kumasi é tida como uma das mulheres mais talentosas da atualidade e chega a ser comparada com Nicki Minaj pelos veículos locais. A King of Queens tem apenas 25 anos e promete manter-se no topo da cena por bastante tempo.

Nascida com o nome de Ruth Nyame, a rapper lançou no final do ano passado o álbum Yaa Asantewaa, nome da rainha-mãe do Império Ashanti no século XIX/XX e símbolo de resistência contra o colonialismo britânico. O disco possui participações de Sarkodie, Shatta Wale, Becca, Sandra Huson, Kwaw Kesse, Cabum, Medikal Stonebwoy.

Edem

Edem começou a trajetória artística ainda no ensino médio, mas desde os 9 anos de idade já se interessava por música. Lançou seu primeiro single de sucesso em 2006, chamado Witine Woshi.

Sua carreira ascendeu quando firmou contrato com o selo Last Two Music Group , do hitmaker Hammer of The Last Two, e entrou em turnê com Obrafour, considerado por muitos o maior rapper da história de Gana. Edem possui 3 álbuns de estúdio produzidos: The Volta Regime (2009), Mass Production (2011) e Books and Rhymes (2014).

Outros nomes: Obrafour, Stonebwoy, Medikal, TeePhlow e Wanlov the Kubolor.

Curtiu as recomendações? Em breve tem nova votação no Twitter e você pode eleger o próximo país que será pesquisado!

Facebook Comments

Victor Costa

Jornalista e flamenguista. Fã de Quinto Andar e Sabotage, é um curioso sobre o universo hip-hop. Escreve a coluna "O Rap pelo mundo" e produz vídeos para o canal do Raplogia.