Review: Kodak Black – Painting Pictures

PaintingPicturesKodakBlack

Painting Pictures” é o primeiro álbum de estúdio do rapper Kodak Black com a Atlantic Records. O projeto é extenso mas não é cansativo de ouvir. Mesmo pessoas que não curtem muito o Kodak podem escutar tranquilamente e curtir grande parte das músicas.

A primeira track e a melhor do projeto é “Day For Day”, uma ótima escolha de abertura. O som é uma reflexão sobre o tempo que o rapper passou na prisão, seus amigos que ainda estão presos e a pressão que ele sofre por saber que representa outras pessoas. É uma faixa bastante pessoal, com um instrumental suave, que foge um pouco da figura do Kodak caricato que nos acostumamos dos projetos anteriores.

Em “Tunnel Vision”, o principal hit do trabalho, o rapper da Flórida também reflete sobre sua passagem pelo sistema carcerário e várias escolhas que fez em sua vida. A faixa foi produzida por Metro Boomin’, Southside e CuBeatz e sampleia um som de flauta andina, assim como o som “Mask Off” do Future (também produzido por Metro Boomin’). Vale a pena conferir o clipe:

O trampo ainda tem participações de grandes nomes como a lenda Bun B (ex-UGK), que rouba a cena no som “Candy Paint” e Future que também fez uma boa contribuição em “Conscience”.

Save You” (produzida pelo canadense NAV) e “Side Nigga” são duas love songs típicas do Kodak, simples mas viciantes, que estão entre os destaques desse CD. “Why They Call You Kodak” também é um bom som, nele o rapper explica o “porquê” de seu nome ser Kodak Black no refrão – a ideia surgiu em uma entrevista do rapper ao Breakfast Club, que foi usada como sample.

O ponto fraco do trabalho talvez seja a quantidade de faixas, 18 é um número muito alto para um álbum. Algumas tracks que não fariam falta nesse trampo: “Twenty-8”, que tem um refrão horrível, “Top Off Benz”, um dos piores feats. do Young Thug (apesar da parte do Kodak ter sido decente) e “Feeling Like”, que tem um beat legal e um bom verso do Jeezy mas o Kodak meio que estraga a própria música.

A produção do álbum é um destaque positivo. Ben Billions (que já trabalhou com The Weeknd e Beyoncé) foi um dos principais produtores, ele assina a produção/ coprodução de grande parte do disco, o que contribuiu muito para a coesão e a identidade de projeto.

Os temas e as letras do Kodak continuam os mesmos, apesar de o rapper tentar falar um pouco mais de sua experiência pessoal recente. Não é um trampo que você vai ouvir pra refletir, mas pra curtir de vez em quando.  Ele não se leva muito a sério e essa é a graça do seu som, como se pode conferir em algumas linhas de “Reminiscing” com A Boogie Wit Da Hoodie e em “Up In Here”.

Painting Pictures” é bem consistente e um bom primeiro passo para uma carreira que pode se tornar maior se o rapper de 19 anos parar de fazer tanta merda e focar na música. Nesta quinta-feira (04) ele foi condenado a 1 ano de prisão por violar os termos de sua condicional, mas pode sair em 30 dias se completar determinado curso na cadeia.

Curiosidade: O rapper gravou o seu álbum enquanto estava em prisão condicional (ele pagou fiança para ser libertado em agosto do ano passado), como relatado nessa matéria da XXL.

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *