O talk show de Lebron James, The Shop, teve seu segundo episódio lançado ontem (12) e trouxe ninguém menos do que Drake para falar sobre sua carreira, vida e problemas pessoais. O programa da HBO é uma aposta da rede junto à Lebron James e sua produtora, a Uninterrupted.

Drake teve uma entrevista bastante reveladora sobre seus problemas com Kanye West. No meio do ano, Pusha T lançou uma disstrack explanando para o mundo que o rapper canadense tinha um filho. Recentemente, boatos de que Kanye havia sido quem muniu Pusha de informações sobre essa questão ganharam forças, e basicamente foram confirmados na entrevista.

O canadense revelou ter encontrado Kanye próximo ao lançamento dos discos Ye e Scorpion. Kanye, segundo Drake, o persuadiu para lhe revelar detalhe sobre o ainda misterioso projeto, que estava cerca de 60% pronto.

“Eu trombei o Ye, e ele me vendeu o discurso de ‘Eu estou bem, estou fazendo grana e eu sou um pai, e eu quero ser o Quincy Jones, quero te ajudar, mas para fazer isso, você vai ter que ser transparente comigo. Você vai tocar suas músicas para mim, e vai me dizer quando o disco vai lançar. E eu sei que você não gosta disso,'” revelou Drake. “E então eu estava no estúdio, sentindo aquela vibe genuína. Toquei músicas para ele, e disse também quando seria o lançamento.”

Drake acreditava que tudo estava bem entre ele e Kanye, até o rapper ir embora das sessões no resort Jackson Hole, em Wyoming. Ele disse para LeBron que quando foi convidado para ir até lá, não sabia que Kanye estava trabalhando em um novo disco.

“Ele me tocou ‘Lift Yourself’ e disse que eu poderia ter o beat se eu quisesse. Eu fiquei animado. Comecei a escrever. E ele me pediu para eu ir para Wyoming. Então aconteceu,” disse Drake. “Então 40 foi para Wyoming mais cedo, e me avisou, ‘Cara, eu cheguei aqui mais cedo. Algo está estranho. Esse cara está trampando em um disco”. Eu falei, ‘Sério? Ele me disse que apenas queria trabalhar, e disse que me queria dar alguns beats.'”

Em Wyoming, Kanye disse para Drake que lançaria seu disco apenas em Outubro ou Novembro. O canadense disse que a maioria do tempo que passou lá, foi trabalhando em ideias para o projeto Ye.

Leia também: A linha do tempo da treta Drake x Pusha T

Durante a mesma ida até Wyoming, Drake tocou “March 14th” para Kanye e ainda mostrou uma foto de seu filho para ele – na época, ainda secreto. “Eu contei para ele que eu estava tendo problemas com a mãe do meu filho. Tivemos uma conversa,” disse o rapper.

Pouco tempo depois de ir embora de Wyoming, as datas dos discos da G.O.O.D. Music estavam sendo anunciadas.

“Acordei um dia e todas as datas haviam saído. Dois dias depois, do nada, eu acordo com uma mensagem de texto dele, ‘Ei, eu te amo irmão’. Depois disso, ‘Lift Yourself’ foi lançada com ele fazendo coisas sem sentido. Senti que estava sendo zoado. Foi algo meio manipulativo, do tipo, ‘Eu quero acabar com você’. Eu fiquei de boa, vou me distanciar novamente. Então, o primeiro disco é lançado. E é claro que teria uma música contra mim produzida por ele, ainda mais falando sobre escrita? Eu estava lá lhe ajudando como um amigo, e agora você me me xinga. Eu achei aquilo muito obscuro.”

Nesse trecho da entrevista, Drake se refere ao disco DAYTONA, de Pusha T, e a música “Infrared“, produzida pelo melhor amigo de Donald Trump, Kanye West. Ele respondeu com “Duppy Freestyle” e foi surpreendido com “The Story of Adidon“, que expôs ao mundo a situação do filho de Drake.

“As pessoas amam falar, tipo os puristas do rap, e as pessoas amam confrontos, eles amam falar que não existem regras… Mas há regras nessa porra,” disse ele. “Vou te dizer: eu sabia que que iria vir algo sobre meu filho. Eles adicionaram o negócio de ser um pai ausente para tornar mais apelativo, beleza. Eu entendo. O lance com meu pai e mãe, tanto faz. Você não conhece minha família. Mas vou lhe dizer, desejar morte para meu amigo que tem esclerose múltipla… Eu estudei batalhas de rap a vida toda. Quando você menciona pessoas que não podem se defender, que estão doentes no hospital, ou morreram, me fazem pensar que deve existir um preço para ser pago por isso. Já era. Você vai ter algo… alguém vai bater na porra da sua cara. A porra acabou, o evento já era. Eu queria fazer outras coisas. Eu não queria promover sua reputação ou sua carreira batendo de volta em você e tendo essa troca. E foi assim pra mim.’

O rapper explicou os motivos de não responder – uma música estava pronta e preparada para ser lançada.

“Eu chego em casa, e ouço a parada, e penso que isso não é algo pelo que eu gostaria de ser lembrado. Não é o lugar que eu gostaria de ir. Para as pessoas que gostam disso, tiro meu chapéu para vocês. Aliás, foi uma puta jogada de xadrez [a diss de Pusha T]. A música, achei uma merda. Mas a jogada de xadrez foi genial. Foi contra a parede. Ou eu vou sujo, ou caio para trás e tenho essa espécie de falha aberta na minha armadura para o resto da vida com os puristas. Eu prefiro viver com isso do que com as coisas que eu estava prestes a fazer… A pesquisa que eu fiz, as coisas que eu iria dizer, os lugares que eu iria. Não só para ele, mas para o outro cara também.”

A resposta ficou aberta, mas a treta com certeza não acabou. Um dos padrinhos de Drake na indústria, o lendário J. Prince, disse ter pedido para o rapper não lançar a música, que segundo ele, “acabaria com a vida de Kanye West.”

Teorias surgiram na internet de que Drake teria tido um caso com Kim Kardashian, e ela seria a “Kiki” citada no sucesso “In My Feelings– que curiosamente, foi gravada após ele ter saído de Wyoming.

O rapper falou de alguns outros assuntos, mas certamente a situação com Kanye foi o ponto alto da entrevista. Veja um trecho abaixo com legendas, cortesia do pessoal do Instagram @drakedrizzybrasil:

Deixe seu comentário!
Jhonatan Rodrigues

Jhonatan Rodrigues

Fundador do Raplogia em 2011, Joe é fã incondicional de Nas, futebol, cinema e séries de TV. Se apaixonou pelo hip-hop graças aos filmes sobre a cultura e escreve há 7 anos sobre o assunto na internet. Já passou pelo Rapevolusom e foi um dos moderadores do Genius Brasil.

Leave a Reply