Notícias

Bring It Back: Mos Def – Mathematics

By 12 de outubro de 2013 No Comments

Black On Both Sides

12 de outubro, data que você quando pivete esperava ansiosamente, é o dia entre o aniversário e o natal onde você pode ganhar presente pelo simples motivo de ser criança. E neste mesmo dia, em 1999, Mos Def presenteou não só crianças ou adultos, mas uma cultura imensa chamada hip-hop com o lançamento de seu primeiro álbum solo, o Black on Both Sides. O disco vendeu 500 mil cópias em 4 meses, número expressivo no ramo de música independente e é considerado um dos melhores debuts de um rapper de toda a história.

Eu gostaria de indicar que vocês ouvissem o álbum inteiro (e podem fazer isso clicando nesse link de uma playlist que sem querer eu coloquei aqui), mas como a premissa da coluna Bring It Back! é trazer uma música de cada vez eu escolhi Mathematics, que tem tudo a ver com dia das crianças, afinal de CONTAS (get it?) matemática é a matéria preferida de todas elas na escola.

O beat foi produzido pelo lendário DJ Premier, e foi parar nas mãos de Mos Def por acaso, “Eu lembro que eu estava indo me encontrar com o Scarface num estúdio. Quando cheguei lá o Mos estava trabalhando em um de seus álbuns, ele veio até mim e disse ‘Você tem uns beats? Deixa eu ouvir o que você anda fazendo.’ Eu toquei o beat da Mathematics pra ele e ele ficou maluco dizendo ‘Esse tem que ser meu! É isso o que eu quero!’”, disse Preemo. “O Scarface ainda foi falar com ele porque o beat era pra ele, mas não teve conversa, o Mos é rápido, nessa altura ele já tinha feito o verso e gravado.”

Uma marca registrada do DJ Premier na faixa são os scratches que foram retirados de músicas clássicas como o “One, two, three, four…” de Funky Drummer do James Brown, “It’s simple mathematics…” de Body Rock do Fat Joe e “Do your math..” de On & On da Erykah Badu, além de um trecho retirado do filme Ghostbusters. Preemo ainda acrescentou “Vocês sabem que vários cortam e juntam as músicas hoje em dia, mas eles não fazem igual eu. E eu nem to querendo me gabar, isso é científico. É matemático.”

Como o próprio título da faixa sugere, a música tem toda uma atmosfera ligada aos números, isso fica evidente nas primeiras linhas de cada verso onde é feita uma contagem de 1 até 10 com os números aparecendo nas 10 primeiras frases. E essa ligação continua ao longo de toda a música onde o tema central são os problemas sociais norte-americanos, como o preconceito por diferença racial, tráfico de drogas, guerras entre gangs. Sempre abordando tais temas trazendo estatísticas para não fugir da proposta feita pelo título da música.

A faixa apareceu pela primeira vez como um B-Side do hit single “Ms. Fat Booty” e foi grande responsável por resgatar o gênero do rap “consciente” que parecia perdido no final dos anos 90, tanto que até hoje é reverenciada como um dos melhores sons de rap underground de todos os tempos.

Você pode ouvir  abaixo e não se esqueça “You want to know how to rhyme you better learn how to add. It’s mathematics!”

Deixe seu comentário!
Joe

Joe

Leave a Reply