Vince Staples descreve “Big Fish” como música afro-futurista

28feature1-1-a18e41839ada9a9c

Segundo Vince Staples, seu próximo projeto “Big Fish Theory” será diferente de tudo o que já ouvimos dele. Após o lançamento de BagBak e Big Fish – dois singles com uma natureza eletrônica – temos amostras do som do disco, que até então parece um pouco distante do que já ouvimos do rapper de Long Beach.

Em recente entrevista para o LA Weekly, o rapper explicou um pouco do porque da decisão dele em seguir essa direção artística:

“Se um fotógrafo continua por tirar as mesmas fotos, de novo e de novo, nós o chamaríamos de louco, certo?” – questiona Vince Staples. “Se um arquiteto constrói a mesma casa, se um designer faz as mesmas roupas, se um pintor faz a mesma pintura, nós não respeitaríamos eles”.

Sobre Big Fish Theory, Staples teve uma certa dificuldade em descrevê-lo:

“Tudo o que posso dizer é que é atual. É o amanhã. É a próxima quinta-feira. (…) Estamos fazendo música do futuro, é afro-futurismo. Esse é meu afro-futurismo. Não há melhor maneira para descrever”.

Ao longo da matéria, Vince também comentou sobre a visão do público e da crítica em relação ao seu primeiro disco Summertime 06, ao dizerem que ele está trazendo de volta o gangsta rap. Segundo o rimador do Long Beach, “o disco é todo sobre garotas e o egoísmo da arte”.

Big Fish Theory já está em pré-venda, será lançado no dia 23/06 e você pode ler a matéria completa do LA Weekly aqui.

Facebook Comments