Quem nos segue no Instagram pode acompanhar que nessa última quinta, 28 de março, estivemos presentes no pré-lançamento do filme e single Quebra-Queixo do Rapper cearense RAPadura Xique Chico, figura já carimbada da cena por carregar nos seus sons toda uma referência a cultura nordestina.

Realizado na Matilha Cultural, uma casa cultural bem no centro de São Paulo, a pré-estreia do single contou com a discotecagem do icônico KL Jay e do DJ Marco, que toca atualmente com o Criolo e nas festas Sintonia e Discopédia.

E entre taças de vinho servidas aos presentes no local, foi exibido o filme Quebra-Queixo, criação da parceria entre Matilha cultural e Olldog Filmes. Durante 3 dias de filmagem em mais de vinte locações, o filme foi gravado em Vila dos Picotes na Paraíba, sendo diretamente inspirado no filme Os Fuzis do cineasta Rui Guerra. Após exibição ainda houve uma conversa com o diretor do clipe e o próprio Rapadura.

 

 

A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa.

Tanto a música como o filme são uma crítica ao consumo e relata a desconstrução entre classes, tendo como trama a rotina já conhecida do sertão nordestino. Entre seca, fome, religião e violência a obra desenvolve-se mostrando esse cotidiano no qual pessoas estão sobrevivendo com o mínimo necessário para uma vida plena.

O roteiro e a direção de Quebra-Queixo são assinados por Ricardo Costa e José Simonetti. A produção da música foi uma parceria com o Carlos Cachaça, que também assina a produção do disco, com previsão para junho, ainda sem dia específico.

O clipe saiu ontem as 19h., no canal do Selo Matilha, assinem o canal que sempre há novidade por lá.

Galeria de imagens do filme.

Sigam o Rapadura no Facebook e Instagram, assim como o Selo Matilha.
Sigam a gente nas redes sociais.

See Ya.

Deixe seu comentário!
Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Arthur Garbossa

Arthur Garbossa

Quando não está pelos bares falando de cinema e quadrinhos, costuma ser Designer. Corinthiano fanático, melodramático e bon vivant.

Leave a Reply